Image maluf-1

 

deputado federal afastado Paulo Maluf (PP-SP) foi internado em um hospital particular em Brasília na madrugada desta quarta-feira (28).

De acordo com informações do advogado de Maluf, Antonio Carlos de Almeida Castro, o deputado terá que ficar sob observação por pelo menos três dias.

Por meio de nota, a defesa disse que não obteve ainda maiores detalhes e também se preserva o direito de respeitar a dor e a preocupação da família, que não quer maior exposição. O texto diz ainda que o quadro de Maluf é grave, com constante e diário comprometimento, inclusive com permanente risco de óbito.

O Hospital Home confirmou a internação do deputado.

Novo Pedido 

A defesa de Maluf entrou com novo pedido de liberdade ao STF (Supremo Tribunal Federal) para que o político deixe a Penitenciária da Papuda, em Brasília, onde está preso desde dezembro, e cumpra sua pena em casa. Segundo os advogados, Maluf corre o risco de ficar cego se continuar na prisão.

Maluf foi condenado em maio de 2017 pela Primeira Turma do STF a sete anos e nove meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro. A defesa recorreu, mas perdeu o recurso em dezembro por decisão do ministro Edson Fachin, que determinou também o cumprimento imediato da pena.

Desde então, a defesa de Maluf vem entrando com diversos pedidos de liberdade, alegando problemas de saúde, para que o político ganhe o benefício da prisão domiciliar, mas todas as demandas foram rejeitadas até o momento.

Na última sexta-feira (23), a defesa entrou com dois novos pedidos. O primeiro é baseado em um laudo médico que aponta para o risco de Maluf ficar cego caso não receba tratamento adequado. No segundo pedido, a defesa entende que o Supremo “revogou” o trânsito em julgado do processo pelo qual Maluf foi preso. Não há prazo para o Supremo julgar os novos pedidos.

Nesta semana, quando o deputado afastado soube que o STF não tinha decidido a liminar, Maluf “teve uma crise de choro muito grande”. “Ele teve uma crise de pânico violenta”, disse uma fonte a nossa equipe.

Visita da mulher

Maluf recebeu na segunda-feira passada (19) a primeira visita de sua mulher, Sylvia Lutfalla Maluf, desde que foi encarcerado na Papuda.

Segundo Kakay, o encontro foi “emocionante”, principalmente para a mulher do parlamentar, que ainda não tinha visto o marido na prisão.

 

Com R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here