Image

Duas mulheres estavam sendo mantidas em cárcere privado, em Campina Grande, enquanto pagavam uma dívida a dona de um bar. A Polícia Militar conseguiu prender a suspeita na noite da quinta-feira (22), mas ela nega as acusações.

Doraci dos Santos Macedo, de 56 anos, mantem um estabelecimento na Rodoviária Velha, em Campina Grande. Quando os policiais chegaram até o local, identificou que funcionava como uma casa de prostituição.

As mulheres vítimas têm 24 e 40 anos e estavam sendo mantidas dentro de quartos com janelas e portas gradeadas e com cadeados. Com a chegada da Polícia Militar, Doraci dos Santos reagiu e desacatou os policiais, motivo pelo qual também foi presa.

De acordo com depoimentos das vítimas, elas se prostituíam no local para pagar uma dívida com a dona do local. Doraci dos Santos foi presa e encaminhada à Central de Polícia.

Com G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here