Image ricardo-1-218x150

O julgamento do habeas corpus 152752 do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou nesta quarta-feira (4) com a fala da presidente do Supremo tribunal Federal (STF), a juíza Carmem Lúcia. Em seguida veio o primeiro voto do relator da Operação Lava-Jato, Edson Fachin.

Ele leu quase todo o processo num resumo, exaltou que julgava o ex-presidente culpado, como co-autor dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP).  “A república federativa do Brasil tem sido questionada quanto a tutela em razão da ineficiência do sistema penal”, disse.

Ele argumentou para que a corte seguisse o mesmo voto Não. Ele citou vários fatos que passaram décadas e não cumpriram com a condenação ou punição para reforçar a tese. Encerrou dizendo “Não verifico ilegalidade e meu voto é no sentido de denegar a ordem.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here