Image bread-218x150

Ricardo Kotscho, porta-voz do petista condenado, publicou no jornal Folha de S. Paulo que, “às 8h30 da manhã desta sexta-feira, a decisão do ex-presidente Lula era não ir a Curitiba para se entregar à Polícia Federal”.

Ontem (05), o advogado Cristiano Zanin foi questionado se Lula pretende se entregar às autoridades. Ele respondeu:

Não trabalhamos com hipótese de prisão porque entendemos que a sentença será reformada pelos recursos adequados. E temos medidas jurídicas para tomar em caso de restrição de direitos.

O juiz Sergio Moro deixou bem claro que, caso Lula não se entregue voluntariamente, poderá perder os privilégios da prisão.

 

Com Renova Midia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here