Image 728x90_od_govpb_v1

O ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, confirmou a substituição da empresa construtora responsável pelas obras da meta 1N no Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A medida do Governo Federal visa à garantia do prazo de entrega do empreendimento. Na Paraíba, a expectativa do Ministério era de que as águas chegassem ao Sertão da Paraíba no primeiro semestre de 2018, mas agora vão atrasar.

“Estamos fazendo a gestão de problemas pontuais naquele trecho para garantir a segurança hídrica da população do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O cronograma para entrega da água aos estados está mantido. A obra é uma prioridade do Governo Federal e vamos concluí-las neste ano”, reforçou o ministro durante audiência a senadores da região Nordeste, em Brasília (DF).

O processo para troca de empresas deverá ser concluído no próximo mês, assegurando assim o cumprimento de entrega das obras do Eixo Norte neste ano. Na oportunidade, o ministro Pádua Andrade detalhou que os trâmites para rescisão foram iniciados no dia 16 deste mês, após a empresa responsável pelo trecho (Emsa) comunicar a sua incapacidade financeira para concluir os serviços previstos em contrato. Desde então, a área técnica do Ministério está adotando todas as medidas cabíveis para formalizar a rescisão contratual, nos termos da legislação.

O ministro Pádua Andrade ainda informou que a Emsa continuará os trabalhos nos pontos mais complexos da meta 1N até permuta da nova prestadora de serviço, justamente para que não haja prejuízos no cronograma estabelecido pelo Governo Federal.

Projeto São Francisco

Com 260 quilômetros de extensão, o Eixo Norte está 95% finalizado e é organizado em três metas de execução (1N, 2N e 3N). Quando totalmente concluído, o trecho poderá atender mais de sete milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

O outro eixo de transferência de água do Projeto – Leste – tem garantido o abastecimento regular de quase um milhão de habitantes em Pernambuco e Paraíba, desde março de 2017.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here