Image porto-de-cabedelo-696x493

Até o final deste ano, o projeto executivo para conclusão da dragagem do Porto de Cabedelo será concluído e os recursos disponibilizados no Orçamento Geral da União para 2019. A informação foi repassada à presidente da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB), Gilmara Temóteo, pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, durante reunião nessa quarta-feira (18), em Brasília, quando foi discutida a conclusão da dragagem do canal de acesso do Porto de Cabedelo, cujo anteprojeto foi entregue pela Docas no final de 2017. O deputado federal Wilson Santiago Filho participou da reunião no MT.

“Formalizamos aqui o compromisso de que vamos concluir ainda este ano o projeto executivo de dragagem do porto (de Cabedelo) para que no início do ano que vem a gente possa iniciar o processo de dragagem fazendo o aprofundamento necessário para que o porto volte a receber todo tipo de carga contribuindo para o desenvolvimento da Paraíba”, garantiu o ministro após a audiência.

 

Desde o ano passado, a presidente da Docas-PB vem articulando junto à bancada paraibana e ao Governo Federal, os meios para viabilizar a conclusão da dragagem. “Entendemos que junto aos investimentos que o Governo do Estado e a Companhia Docas vêm fazendo no Porto de Cabedelo, a dragagem é fundamental para que possamos avançar ainda mais e buscar novas operações que só são possíveis com um calado maior”, destacou Gilmara.

 

Já o deputado federal Wilson Filho lembrou que o investimento para realização da intervenção é alto, por isso é importante contar com esse compromisso do ministro em deixar garantidos os recursos no Orçamento do ano que vem e concluir o projeto ainda este ano.

 

Calado – O porto paraibano tem um canal de acesso com calado de 9,14m de profundidade com capacidade para atracar embarcações que estejam com até 35 mil toneladas de carga. Com a conclusão da dragagem, o calado chegaria a 11m, podendo operar embarcações com até 55 mil toneladas de carga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here