Image reclamação-218x150

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) , destacou, nesta sexta-feira (20), que não vai impor a indicação de nome na chapa majoritária para disputar o Governo do Estado. Em entrevista, o gestor disse que mais importante que pensar na indicação de lideranças para a composição, o conjunto das oposições deve buscar as melhores alternativas para vencer as eleições.

Para ele, se o vice da chapa for de Campina Grande a cidade ficará “muito feliz”, mas isso deverá ser decidido pelo grupo. “Cada um tem que emitir suas opiniões e evidentemente buscar, do ponto de vista política e eleitoral, qual o caminho mais fácil de ganhar a eleição. Não adianta só disputar, queremos ganhar as eleições e para isso temos que buscar as melhores alternativas”, afirmou.

O tucano comentou a escolha do PSDB por Lucélio Cartaxo (PV) e avaliou que a legenda entendeu que não poderia mais protelar a escolha de um nome para o pleito.

“O PSDB entendeu que não poderia deixar a corda esticada e se posicionar em agosto nas convenções pois seria um desastre para as oposições na Paraíba. Se o PSDB jogasse essa decisão para agosto ficaria sem candidatura à disposição para análise dos paraibanos. Então decidiu, isoladamente, lançar apoio a Lucélio e agora estamos tentando consolidar. No que depender de cada um de nós,  vamos trabalhar nesse sentido”, garantiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here