Image m_1208-01i01-218x150

Já há maioria no TRF-4 para negar os embargos infringentes apresentados pela defesa de José Dirceu, que pedia um recálculo da pena. Esses são os últimos recursos possíveis na segunda instância.

O petista foi condenado a 30 anos e 9 meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. De acordo com a denúncia acolhida pela Justiça, ele recebeu R$ 12 milhões em propina da Engevix por meio de contratos superfaturados com a Petrobras.

Agora o juiz Sergio Moro deve pedir a execução da pena de Dirceu imediatamente.

Mas vale lembrar que o ministro Dias Toffoli analisará, a qualquer momento, uma liminar que impede seu ex-chefe de voltar para a cadeia — o petista foi preso preventivamente pela Lava Jato em agosto de 2015 e solto pelo STF em maio de 2017.

 

Com O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here