Image porto-de-cabedelo-696x493

A falta de escoamento do Porto de Cabedelo durante a greve dos caminhoneiros tem provocado prejuízo estimado de R$ 300 mil devido à falta de arrecadação. A paralisação dos serviços dos caminhoneiros já soma nove dias e até mesmo um navio com combustível voltou completamente cheio, de acordo com Gilmara Temóteo, diretora presidente do Porto de Cabedelo.

O escoamento normal no Porto de Cabedelo é de 4,5 milhões de litros de combustíveis por dia. “O que a gente tem de dados é que ontem nós conseguimos escoar quase 3 milhões de litros. Ainda não é o volume normal que o Porto de Cabedelo abastece todos os dias, mas a gente já sente que a coisa começa a dar uma tranquilizada”, explicou Gilmara.

Todas as semanas chega um navio com 14,2 milhões de litros de combustível ao Porto de Cabedelo. O carregamento desta semana, no entanto, não foi possível escoar o combustível porque os terminais estavam com seus volumes totalmente abastecidos. “Ele descarregou o que era possível para cada terminal e voltou completamente cheio. É um prejuízo pro porto, pro município, pro estado, porque todo mundo deixa de arrecadar”, lamentou Gilmara Temóteo.

De acordo com a diretora presidente do Porto de Cabedelo, o terminal tem combustível armazenado suficiente para abastecer o estado da Paraíba pelos próximos dez dias. A normalização do abastecimento, apesar disso, vai depender da capacidade de escoamento do produto. “Tudo vai depender dessa demanda, desse fluxo para que chegue no interior da Paraíba. A Região Metropolitana eu acredito que dentro de dois ou três dias vai estar tudo normal”, afirmou.

 

com Click PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here