Image evangelicos-2-1-696x464

O viaduto da Avenida Argemiro Figueiredo ganhou o nome do pastor Francisco Pastor de Brito, um dos mais importantes líderes evangélicos da Paraíba. A solenidade que marcou esta homenagem aconteceu na tarde deste domingo, 20, numa iniciativa do prefeito Romero Rodrigues. O viaduto fica no cruzamento com a Avenida João Wallig, próximo ao estádio “O Amigão”. O pastor Pacheco teve uma história de luta, fé e vocação missionária.

A homenagem é fruto da lei n° 5.283, de maio de 2013 – de iniciativa do vereador Alexandre do Sindicato, que denomina a obra como viaduto Pastor Pacheco de Brito e foi sancionada pelo prefeito Romero. O homenageado faleceu aos 95 anos de idade, em 2011. Ele era o pastor da Igreja Assembleia de Deus em Campina Grande e presidente da Convenção das Igrejas Assembleias de Deus do Estado da Paraíba.

Image evangelicos-1-300x200

Pronunciamentos

As homenagens, que marcam os 103 anos de nascimento de Francisco Pacheco Brito neste mês de maio, foram iniciadas com o pronunciamento do pastor Daniel Nunes, que ressaltou a importância do legado de honra e de espiritualidade de Francisco Pacheco do Brito, sobretudo para os membros da Igreja Assembleia de Deus na cidade.

Em seguida, falou em nome da família do homenageado, o pastor Emídio Brito, que manifestou a sua gratidão ao prefeito Romero Rodrigues e, por extensão, ao vereador Alexandre do Sindicato. Segundo ele, o seu pai muito contribuiu com o progresso da cidade, mas teve, sobretudo, uma trajetória admirável na condição de evangelista.

Por sua vez, o vereador Alexandre do Sindicato elogiou o trabalho do prefeito Romero Rodrigues, pois tem se destacado pela sua amizade e compromisso permanente em atender aos pleitos do povo evangélico campinense. “Esta homenagem é mais um demonstração disso, afinal aqui estamos prestando uma justa homenagem ao pastor Pacheco, notável homem de Deus”, afirmou.

Image bilhetão

Após o vereador, falou o deputado estadual Bruno Cunha Lima. Para o parlamentar, “Campina Grande se agiganta mais ainda com a memória de homens honrados como o pastor Pacheco”, destacando também que a homenagem serve como um resgate da vida de quem tanto trabalhou pela evangelização dos paraibanos.

Finalizando a inauguração, o prefeito Romero Rodrigues garantiu ser o pastor Pacheco Brito um dos grandes referenciais da comunidade evangélica campinense e explicou a importância da homenagem no viaduto: no local passam, diariamente, entre 8 a 16 mil veículos, em trecho que une Campina Grande a Queimadas.
O prefeito também assegurou que espaços serão destinados à comunidade evangélica, no Complexo Aluízo Campos, onde serão realizados, no futuro, encontros de casais com Cristo. Depois do discurso do prefeito, aconteceu o descerramento da placa inaugural da obra.

Autoridades

Além de Romero Rodrigues, estiveram presentes os vereadores Alexandre do Sindicato e Álvaro Farias; deputado estadual Bruno Cunha Lima; secretária municipal de Obras, Fernanda Ribeiro; secretário Joia Germano (Cultura); presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande, pastor Daniel Nunes; pastor Clélio Cabral (Apel) e familiares do homenageado, representados pelo pastor Emídio Brito; vice-presidente local da Assembleia de Deus, Dari Ferreira, e o pastor Euder Faber (presidente da Vinacc). Houve também a participação da Orquestra Missionária “Exodus”.

Trajetória do homenageado

O pastor Francisco Pacheco de Brito nasceu em 16 de maio de 1916 no município de São João do Cariri, filho de Inácio Jerônimo de Brito e Maria de Jesus. Ainda jovem, adotou Campina Grande como sua terra natal, onde trabalhou na construção civil. Ele sempre disse ter orgulho da cidade que viu crescer. Casou com Albertina Barbosa de Lima (já falecida), com quem constituiu uma família composta de 10 filhos, netos e bisnetos.

A carreira ministerial de Francisco Pacheco começou cedo. O pastor Francisco Pacheco foi consagrado diácono em novembro de 1943 e presbítero, em outubro de 1949. Em janeiro de 1948, foi ordenado ao ministério como pastor. Passou 25 anos liderando a Assembleia de Deus em Campina Grande e sempre se destacou pela seriedade e amor à obra de Deus, sendo um dos mais prezados líderes das Assembleias de Deus no Nordeste e no Brasil.

Da redação com assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here