Image facebook

Mesmo depois do escândalo com a Cambridge Analytica, o Facebook parece não ter aprendido a lição de respeitar a privacidade dos usuários. Segundo informações do jornal Metro, a empresa registrou uma patente que força os smartphones de usuários a iniciarem uma gravação de áudio quando ouvirem mensagens secretas escondidas em anúncios de TV.

O documento descreve uma tecnologia que incorpora sinais de áudio de alta frequência, que são inaudíveis para humanos, fazendo com que eles gravassem áudio ambiente e o enviassem as informações para o Facebook. Com isso, a empresa seria capaz de descobrir as reações e opiniões dos usuários sobre uma determinada propaganda.

Caso uma gravação do código oculto seja abafada ou esteja distante, indicaria que o usuário está longe da televisão. Enquanto um sinal mais alto e claro sugeriria que ele está próximo ao aparelho e, provavelmente, prestando atenção no conteúdo.

Com essas informações, a plataforma conseguiria segmentar melhor a publicidade para os internautas. Além disso, as empresas teriam uma melhor noção de quantas pessoas realmente assistiram a propaganda na TV.

No entanto, segundo informações do Engadget, Allen Lo, o vice-presidente do Facebook e vice-conselheiro geral, afirma que os usuários não precisam se preocupar com a tecnologia ser usada para espionar as pessoas, pois “as patentes tendem a se concentrar em tecnologia voltada para o futuro, muitas vezes de natureza especulativa”. Ele ainda garante que a tecnologia não foi incluída em nenhum dos produtos do Facebook “e nunca será”.