Image ricardo

O governador Ricardo Coutinho (PSB) resolveu alfinetar e mandar recados políticos durante a entrega, nesta quinta-feira (14) de escrituras das casas do conjunto Projeto Mariz I e II, em João Pessoa.  Nesta primeira etapa, foram entregues 300 escrituras dos imóveis localizados no bairro de Mangabeira.

Indagado sobre a possibilidade dos Progressistas apoiarem a pré-candidatura de João Azevedo (PSB) e vierem a compor a chapa majoritária, Ricardo disse que não se pode “colocar o carro na frente dos bois”.

 

“Essa não é uma eleição de atestado ideológico, nenhuma é. Ainda é cedo para definições. Essa é uma eleição de se colocar um projeto e das forças políticas ou apoiam ou o combatem”, disse.

 

Coutinho também comentou sobre o convite do presidente do PDT, Carlos Lupi para uma agenda com ele no próximo sábado (16) dia em que o pré-candidato a presidência Ciro Gomes visitará o Estado. No entanto, adiantou que terá uma agenda neste dia

 

“Ele me ligou três vezes. Ele está querendo uma conversa e por mim tudo bem, eu sempre recebo as pessoas que estão dentro do campo democrático. Não é para acompanhar a visita, mas para manter um diálogo e  ficou de retornar par saber a compatibilidade disso.  Mas nós não marcamos ainda porque os horários até agora não estão batendo. Se for possível eu o receberei como o recebi três meses atrás”, destacou.

 

Ricardo alfinetou a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT)  que disse que é o melhor nome para disputar as eleições de outubro. Segundo ele, as declarações da pedetista não afetam em nada a pré-candidatura de João Azevêdo.

 

“Cada pessoa diz o que quer. Isso não tira um pedaço de unha da candidatura de João Azevêdo”, destacou, afirmando que a postulação de Azevêdo é prioridade para o PSB.

 

“PSB é um partido que vai sair muito mais forte do que é hoje dessas eleições. Uma das prioridades do partido é a Paraíba porque temos um governo de resultados, que avançou e colocou a velha política no seu devido lugar” destacou.

 

Sobre o Projeto Mariz: A terceira etapa possui 574 unidades habitacionais, já está em fase final de regularização e em breve também terá os documentos entregues à população. Ainda no bairro do Mangabeira, o conjunto Cidade Verde já está totalmente regularizado, com mais de 5 mil unidades habitacionais e mais de 60% dos moradores estão de posse das escrituras dos imóveis.

 

Com PB Agora

 

Na capital, outros conjuntos habitacionais estão em processo final de regularização, como é o caso de conjuntos localizados nos bairros do Colinas do Sul, José Américo e Valentina de Figueiredo.