Image

A Energisa realizou uma operação de fiscalização que resultou na prisão de oito pessoas suspeitas de ligações clandestinas de energia elétrica. O fato aconteceu nessa terça-feira (17), com apoio da Polícia Civil e do Instituto de Polícia Científica (IPC), em Piancó. A empresa diz que constatou 28 irregularidades.

Há uma perda de 84 mil kWh por conta da quantidade de energia furtada no município, de acordo com a Energisa. Esse número seria suficiente para abastecer 568 unidades consumidoras por um mês e o prejuízo é de R$ 58 mil.

Segundo a Energisa, a perda com os ‘gatos’ é refletida em aumento nas contas de todos os outros consumidores, por conta do prejuízo que atinge a distribuidora. O Governo também deixa de arrecadar ICMS.

Os ‘gatos’, ainda conforme a empresa, também impactam na qualidade do fornecimento de energia e oferecem riscos à segurança. O furto de energia é crime de acordo com o Código Penal, Art. 155, e o responsável pode ser condenado a até oito anos de cadeia. Denúncias anônimas podem ser feitas pelo call número 0800 083 0196. A ação continua na região e a Energisa tem equipes trabalhando ao longo de todo o ano no combate ao furto.

 

Com ClickPB