Image HARLEY-4-696x377

Nos últimos 11 meses os Harleyros baianos ficaram órfãos. Em agosto do ano passado, a única loja da Harley-Davidson na Bahia encerrou as atividades. Inaugurada em 2013 pelos empresários Deosdete Ribeiro, Wadinho Marques e Davidson Botelho, a loja que era localizada na Avenida Paralela chegou a vender cerca de 700 motos no estado, mas desde fechou os apaixonados em uma das maiores marcas de motocicleta do País ficaram sem uma casa. Tudo mudou na noite de ontem, em uma sexta-feira 13 e no dia mundial do rock, não podia ter uma data melhor para os Harleyros celebrarem a inauguração da New Bahia Harley-Davidson, uma nova loja agora na Avenida Orlando Gomes. A festa contou com a presença de diversos grupos de motociclistas da Bahia, admiradores da marca e os clubes de Harleyros que comemoraram a abertura ao som de Adelmo Casé e da banda Funk Machine.

A volta do bom filho à casa foi graças ao médico e empresário Marcelo Zollinger, Harleyro e apaixonado pela marca que decidiu realizar este investimento e trouxe uma nova loja que além de contar com os modelos mais procurados da marca, como a 883, a 1200 Custom e a Forty-Eight (com preços a partir de R$ 40 mil) e as mais cultuadas como a Fat Boy, Street Bob, Ultra Limited e Road Glide Special, com valores até R$ 150 mil, o espaço oferece também acessórios para as motocicletas, roupas casacos, botas, mochilas, bonés, jaquetas e toda linha de vestuário masculino e feminino, que complementam o estilo de vida Harley raiz.

“A Bahia não podia ficar fora dessa projeto. Não posso voltar a minha vida de motociclista onde eu contratava um mecânica de Belo Horizonte, Rio de Janeiro ou São Paulo para fazer manutenção da minha Harley. Os Harleyros baianos precisam dessa assistência”, explica o Dr. Marcelo Zollinger, segundo o empresário, um dos diferenciais dessa nova etapa da Harley é a expansão da marca e dos serviços para outras cidades do estado. “Já estamos com um van preparada para rodar a Bahia com visitas itinerantes nos interiores”.

A volta da loja agradou o público seguidor da icônica marca. Amilton Filho, 59, pilota uma Road King 1.700 cc há dois anos e declara a felicidade de ter a loja de volta a cidade. “Muito bom ter um lugar pertinho onde você pode cuidar da mecânica da moto, adquirir acessório, roupas e ainda tomar um café com amigos, fazer encontros, estava com saudades desses acontecimentos”.

Com A TARDE