Image

Já está na Penitenciária Feminina do Serrotão de Campina Grande, a jovem de 19 anos que foi presa na manhã desta terça-feira (24), depois de confessar que estuprou o próprio filho de 4 anos e registrar os abusos sexuais em vídeos. O caso aconteceu na cidade de Areia, no Brejo do estado.

Os vídeos divulgados nas redes sociais mostram quando a mulher faz sexo oral no filho, que em determinado trecho das imagens o menino chora. Apesar do choro, a mãe continuava abusando do filho. A mulher ao ser presa disse que o vídeo foi feito há um ano enquanto a criança tinha 3 anos.

Os celulares e chips da jovem foram apreendidos e devem ser periciados pela Polícia Civil.  A delegada Simone Lacet, que investiga o caso, disse ainda que a mãe explicou que fez o vídeo para provar que era apaixonada por um homem que o conheceu nas redes sociais.

“A mulher disse que conheceu o homem, que seria de São Paulo, e começou a trocar fotos íntimas com ela. Durante as conversas, o homem disse que se ela o amasse, teria que fazer um vídeo com o próprio filho fazendo o que faria com ele, caso estivesse juntos. Daí, a mulher fez sexo oral no filho de 3 anos e passou o vídeo para ele. Essas imagens vazaram após a mulher se negar a fazer outros vídeos”, falou a policial.

A Polícia Civil vai investigar ainda a possibilidade de que o caso tenha relação com uma rede de pedofilia. A criança está sob a guarda da avó materna.

 

Com PB Hoje