Image parque-eolico

A Neoenergia, empresa controlada pela Iberdrola, construirá no Nordeste brasileiro a maior planta renovável do grupo espanhol na América Latina. É o complexo eólico da Paraíba, com 471 megawatts (MW) de capacidade instalada, que se somarão a 94,5 MW em operação, totalizando 565,5 MW. O projeto tem a estimativa que a Neoenergia contrate mais de 1.200 pessoas para a construção das instalações.

Além disso, as turbinas serão fabricadas na fábrica que a Siemens Gamesa possui em Camaçari, na Bahia. O empreendimento na Paraíba será formado por 18 parques eólicos e ficará localizado próximo à cidade de Santa Luzia, numa das áreas com maior potencial eólico nas Américas.

A Iberdrola selecionou a empresa Siemens Gamesa para fornecer as turbinas eólicas dos 471 MW em desenvolvimento. Serão instaladas 136 aerogeradores modelo SG132, com 3,4 MW de potência unitária.

O modelo é um dos mais novos e eficientes do mercado, com pás de 65 metros de comprimento. O compromisso do empreendimento é de fornecer energia até janeiro de 2023.