Image força-nacional-696x522

Sessenta agentes da Força Nacional chegaram a Boa Vista no início da tarde desta segunda-feira (20) para reforçar a segurança em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela.

De acordo com o Ministério da Segurança Pública, o reforço fará ações preventivas e repressivas para combater o tráfico internacional de armas e drogas e a entrada de imigrantes ilegais pela fronteira com a Venezuela.

O grupo pousou na Base Aérea de Boa Vista às 13h17h (horário local) em um avião C-130 Hércules da Força Áerea Brasileira (FAB). O efetivo saiu de Brasília às 8h30 e segue para Pacaraima, a 215 KM de Boa Vista ainda nesta tarde.

Conforme o Ministério, o trajeto até Pacaraima será feito em comboio por via terrestre. O tempo de viagem é de cerca de 2h30.

O envio da tropa é feito dois dias após a cidade que faz fronteira com o país vizinho registrar um tumulto com atos de violência e destruição de acampamentos de imigrantes venezuelanos.

Diante do episódio, o governo federal decidiu reforçar a presença Força Nacional no estado com mais 120 homens – 31 integrantes da FN já estavam em Roraima desde fevereiro.

Por isso, além dos 60 agentes que chegaram nesta segunda, outros 60 devem viajar para Roraima nos próximos dias, segundo o Ministério. Porém ainda não há data prevista.

Tensão na fronteira

Os ataques de sábado aconteceram após um comerciante brasileiro ser assaltado e agredido por dois venezuelanos quando chegava a sua casa. Ele reagiu e levou uma paulada na cabeça, segundo a Polícia Militar. O assalto com agressão e a falta de ambulância para socorrê-lo foram o estopim para que os moradores se revoltassem.

Com G1