Image helmet-696x392

icar fechado em um capacete em um dia muito quente em uma cidade poluída pode ser um motivo para espantar muitos usuários de motos.

Pensando em melhorar essa situação, s empresa americana Feher criou um capacete com ar-condicionado, com preço de lançamento de US$ 550 – equivalente a mais de R$ 2,2 mil.

A ideia vem de Steve Feher, criador do ACH-1, que já trabalhou também com dispositivos de resfriamento no ramo automotivo.

A empresa garante que o objetivo não é transformar sua “cabeça em um picolé”, mas sim reduzir a temperatura interna em relação a do ambiente e também filtrar o ar.

Puxando ar de fora e resfriando por meio de um sistema termoelétrico, o capacete resfria o ar que o motociclista irá respirar.

O capacete funciona por meio de uma conexão elétrica que pode ser feita com a moto em um uma bateria auxiliar.

Com G1