Com mais de uma semana da Campanha de Vacinação contra o sarampo e a poliomielite, a Secretaria de Saúde de Campina Grande conseguiu atingir a marca de 60% do público-alvo imunizado. A campanha termina na próxima sexta-feira, 31, e a meta é imunizar 95% das crianças na faixa etária de 1 até menores de 5 anos de idade na cidade.

Em Campina Grande 23.107 meninos e meninas estão na faixa etária adequada para receber a gotinha da pólio e a injeção contra o sarampo. A meta corresponde a 21.945 crianças. Os pais que ainda não vacinaram os seus filhos devem se programar para não perder o prazo porque há casos registrados de sarampo este ano no país e da poliomielite, apesar de erradicada, também é uma doença grave que pode ressurgir, caso a prevenção não seja realizada.

A campanha começou no dia 6 de agosto e no dia 18 foi realizado o dia D de vacinação. “Temos agora apenas uma semana para imunizar estes 35% restantes para atingirmos a meta e protegermos toda a sociedade dessas doenças. É fundamental que os pais e responsáveis entendam a importância dessa imunização e levem seus filhos para as unidades de saúde, que estão devidamente abastecidas com as vacinas”, explicou a coordenadora de Imunização do município, Miralva Cruz.

A vacina contra o sarampo é a tríplice viral, que protege também contra a caxumba e a rubéola. Ela é administrada em duas doses, sendo a primeira aos doze meses e a segunda aos 15 meses de vida. A vacina contra a poliomielite é administrada em três doses, aos dois meses, aos quatro e aos seis meses de vida, com dois reforços com 15 meses e depois na criança com 4 anos de idade. Apesar dessa esquema vacinal, as crianças entre 1 e 4 anos que não receberam as primeiras doses no tempo certo estão recebendo a vacina normalmente e deverão receber os reforços mais à frente.

Além das vacinas contra o sarampo e pólio, a campanha também serve para fazer a atualização do cartão vacinal, aplicando todas as doses que são oferecidas para essa faixa etária, que são as vacinas que previnem contra a catapora, varicela e meningite, entre outras.