Image gervasio-696x462

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gervásio Maia (PSB), e o deputado da oposição Janduhy Carneiro (Patriota) trocaram farpas durante a sessão desta terça-feira (14).

Carneiro usou a tribuna para criticar a gestão de Ricardo Coutinho se referindo aos gastos da Granja Santana, que, segundo ele, ultrapassaram os limites do razoável enquanto faltam recursos para o setor de Saúde do Estado.

Carneiro acusou ainda o presidente Gervásio de não aceitar as críticas porque agora é aliado do governo e se esqueceu de quando fazia oposição ao governador e cobrava ações que não foram realizadas na região de Catolé do Rocha, porque o governo havia feito gastos desnecessários na compra de um avião King Air.

“Ele criticava esses gastos assim como as compras de lagostas e de outros alimentos da Granja, cujas despesas impediram de socorrer a maternidade de Catolé de Rocha”, disse.

Em resposta, o presidente da Casa disse que não se arrepende de nada do que disse porque estava no papel de oposição, de cobrar, de fiscalizar, de questionar e tinha que fazer isso porque não era aliado de Ricardo Coutinho.

“Eu fui eleito para ser oposição. Estive na mesma linha até quando houve a aliança entre o MDB e o PSB. Fiz quase quatro anos de oposição, mas não me arrependo. Ruim seria se eu tivesse mudado de lado como o deputado Janduhy mudou ao longo do mandato”, explicou.

Gervásio disse ainda entender a mágoa de Janduhy por ter perdido o apoio de aliados políticos da região de Catolé do Rocha e de Jericó, mas ele não podia fazer nada.

“Infelizmente a nossa corrente é outra, nós não estamos lado a lado e eu não tenho condições de ajudá-lo. Eu penso que essa discussão é pequena para uma Casa que representa o povo paraibano. Temos muitas coisas boas para discutir que são de interesses do povo paraibano”, finalizou.

Com Paraibaonline