Image marciom-696x461
????????????????????????????????????

O vice-presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Márcio Melo Rodrigues (DC), disse hoje que, em nenhum momento cogitou deixar de apoiar a chapa de Cássio Cunha Lima e Daniella Ribeiro para o Senado Federal.

“Desautorizo a inclusão do meu nome em qualquer dessas listas que tem sido divulgada pelos meios de comunicação dando conta de que eu apoiaria a candidatura de Roberto Paulino ao Senado, juntamente com outros vereadores campinenses”, assinalou.

– Sou coerente. Faço parte do grupo do prefeito Romero Rodrigues. Ouço a sua orientação política partidária, portanto, jamais deixaria de emprestar a minha força e esforço no apoio a essa chapa. Desminto categoricamente essa informação de que eu integraria um grupo de vereadores da bancada do prefeito Romero Rodrigues na Câmara Municipal propenso a abandonar a chapa de nossos companheiros para apoiar a candidatura de Roberto Paulino.

Destaca que “sigo a orientação de Romero, e com certeza ele não se sente confortável de ver seus aliados no Poder Legislativo abandonando a nossa coligação em benefício de nossos adversários. Tem pessoas que estão querendo a desunião de nosso grupo político, desestabilizando nossa aliança, mas não vão conseguir”.

“Eu sou romerista, estou fora disso. Só escuto Romero. Jamais faria isso. Tudo que faço na política passa por Romero. Com certeza nunca estive nessa lista. Eu voto em Cássio e Daniella e Lucélio Cartaxo”, asseverou.

Márcio lembra, inclusive, que Romero disputou e assumiu vários postos na vida pública, desde vereador, presidente da Câmara Municipal por três vezes, deputado estadual, deputado federal, secretário de Estado, e agora prefeito sempre com coerência e respeito às decisões de grupo.

O vice-presidente do Legislativo disse que acredita na vitória da chapa encabeçada por Lucélio Cartaxo para governador, Micheline Rodrigues para vice-governadora, Daniella e Cássio para o Senado, além da eleição dos que disputam pelas Oposições para a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

Ele espera que essa questão, no diálogo, possa ser resolvida o mais breve possível com a bancada governista repensando a situação e se engajando 100 por cento na chapa encabeçada por Lucélio, Micheline, Daniella e Cássio, que no seu entendimento “são pessoas sérias, gabaritadas e com enormes chances de vitória no pleito que se avizinha”.