Image normal_4_8acsulf

Um homem suspeito de mandar jogar ácido sulfúrico no rosto da ex-namorada está foragido da polícia na cidade de Manaus (AM) desde 2017. A Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) procura por Arlindo Oliveira da Silva, de 53 anos, e investiga o caso. Com o ataque, a jovem de 21 anos ficou desfigurada e com perda da visão.

A vítima contou que já havia terminado o relacionamento de três anos com o suspeito. Ela foi convencida de marcar um último encontro num motel. Na saída do local, ainda acompanhada do ex-namorado, ela diz que um desconhecido de camiseta preta, calça jeans e tênis branco se aproximou com “um copo com um líquido amarelo na mão”.

“Imaginei que estivesse tomando whisky, até porque estava bem arrumado. Quando passei perto, ele veio em minha direção e jogou o que tinha no copo no meu rosto. Como eu estava de olho aberto, já senti queimando tudo”, afirma.

Na sequência, enquanto a jovem pedia por socorro, Arlindo não teria tomado nenhuma atitude para ajudá-la. Assim, ela voltou ao motel, lavou o rosto e foi levada por funcionários para o hospital.

Além disso, a vítima disse que, ao ser socorrida, ainda com medo de que a atacassem novamente, uma outra pessoa teria falado em chamar a polícia. Mas Arlindo teria dito que não precisaria. Por causa da frieza dele, em não achar que ela foi agredida, a vítima suspeita que tenha sido ele o mandante do crime.

 

Com Paraíba Debate