Image tovar

“Eu peço a compreensão dos colegas deputados para trazermos para esta Casa os problemas que estão assolando a Paraíba. O povo não está querendo saber de quem foi melhor em debate ou quem tomou votos de quem. Os paraibanos querem e precisam de soluções para a grave crise da segurança, para a falta de medicamentos e atenção à saúde e para os recursos hídricos”, disse Tovar.

De acordo com o Anuário Brasileiro da Segurança Pública, apenas em 2017, a Paraíba registrou 365 casos de estupros. Diante desse dado, Tovar lembrou o caso da adolescente de 17 anos foi estuprada por dois homens. Ela foi abordada por um dos suspeitos, que estava armado com faca, em um ônibus. Ele fez ameaças à adolescente e disse que ela deveria descer do coletivo quando o cúmplice pedisse parada.

O trecho escolhido pelos criminosos ficava no bairro Bodocongó, próximo ao campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Já na rua e coagida pela dupla, a adolescente foi levada para um matagal. Lá, ela foi abusada sexualmente pelos dois homens. Os criminosos fugiram logo após a violência.

 

Com Repórter PB