Image aeroporto

tema Elo entrou em operação no início deste mês no Aeroporto de Campina Grande/Presidente João Suassuna (PB). São dois conjuntos de conectores climatizados que ligam as aeronaves às salas de embarque e desembarque, garantindo a chegada ou partida de passageiros com conforto, segurança e acessibilidade. Ao todo, R$ 5,1 milhões foram investidos na melhoria.

Com capacidade para 225 quilos, para uso de cadeirantes ou pessoas com mobilidade reduzida, a tecnologia é adequada a todas as aeronaves comerciais regulares comumente utilizadas pelas companhias aéreas brasileiras.

A solução é totalmente nacional e recebeu em 2013 o Prêmio de Inovação TranspoQuip em reconhecimento à solução, desenvolvida pela Infraero em parceria com a Ortobrás, e tendo como diferencial a versatilidade, uma vez que a estrutura pode ser adaptada às diferentes realidades dos aeroportos administrados pela empresa.

A principal característica do Elo é que ele não segrega os passageiros e seu funcionamento se assemelha às pontes de embarque convencionais. Assim, o viajante com deficiência ou dificuldade de locomoção embarca ou desembarca de forma igualitária. Outro destaque do sistema instalado no Aeroporto de Campina Grande é a sua origem. Por ser totalmente produzido no Brasil, a reposição de peças é mais fácil, além de ter custo de custo de manutenção baixo.

Com 54 anos de operações, o aeroporto está localizado no agreste paraibano, distante a apenas seis quilômetros do centro da cidade, e opera diariamente voos regionais e nacionais, movimentando uma média de 11,5 mil passageiros por mês.

Atualmente, o terminal conta com três voos diários, sendo dois da Gol e um da Azul, que interligam o aeroporto às cidades de São Paulo (SP), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), João Pessoa (PB) e Petrolina (PE

O terminal de passageiros conta com serviços de lanchonetes, agências de turismo e locadoras de veículos, além de oferecer aos usuários um estacionamento de veículos com 200 vagas.