Image boqueirão-696x334

O açude Epitácio Pessoa, o Boqueirão, localizado na cidade de Boqueirão, no Cariri paraibano, a 146 quilômetros de João Pessoa, deve voltar a receber as águas da Transposição do Rio São Francisco até o início do mês de outubro. A previsão foi repassada ao Portal Correio, nesta quarta-feira (19), pelo diretor Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Alberto Gomes.

O abastecimento foi interrompido desde o mês de maio deste ano devido às obras nos açudes de Poções e Camalaú.

Água chega a Boqueirão
Alberto Gomes explicou que as obras necessárias para que o açude pudesse receber as águas do Velho Chico já foram finalizadas, restando agora a conclusão de obras auxiliares. Ele disse que as bombas responsáveis pelo abastecimento foram acionadas na segunda-feira (17), e a previsão de chegada é que essa água chegue em Monteiro, ainda nesta quarta-feira, e em uma semana abasteça o açude de Poções. “Após chegar em Poções, a água segue para o Rio Paraíba para, enfim, chegar ao açude de Boqueirão”, afirmou.

Segundo Alberto Gomes, a previsão é que o açude de Boqueirão volte a receber as águas da transposição em um período que varia entre 15 a 20 dias. “Tão logo a água chegue a Boqueirão, o açude já começa a voltar a ganhar volume”, disse.

Eixo norte
O eixo norte está com 96% das obras finalizadas. Segundo o Governo Federal, a etapa 1N possui frentes de serviço com turnos 24 horas para garantir o cronograma de entrega até o fim do ano. Os trechos 2N e 3N registram mais de 98% de avanço físico. O eixo leva água a mais de 12 mil moradores em comunidades rurais nos municípios de Cabrobó e Terra Nova (PE), desde novembro de 2017.

Quando todo o empreendimento estiver concluído, a água do São Francisco deverá garantir a segurança hídrica de 12 milhões de pessoas em 390 municípios de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.