Image greve-2-696x440

A greve dos caminhoneiros que parou o país poderá ser retomada na próxima semana. Um dos integrantes do movimento dos caminhoneiros na Paraíba, Belim Mote, confirmou em entrevista a Rádio Correio FM, que um indicativo de greve foi aprovado para o próximo dia 12, devido ao aumento no óleo diesel pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

– Pode acontecer sim, no dia 12, uma nova paralisação. O governo passou para a ANTT para dar um aumento quando houvesse o reajuste do combustível, e não nos passou nada após esse aumento. A ANTT não está fiscalizando os fretes que seriam repassados para nós – pontuou.

Ele também frisou que haverá uma reunião em Campina Grande nesta segunda-feira (03) com os líderes do movimento e que a categoria esperava que o governo só realizasse esse aumento em dezembro, conforme foi acordado.

Representantes das principais entidades de caminhoneiros disseram neste domingo (2) que negociam com o governo após a alta do preço do diesel anunciada pela Petrobras.

O aumento de 13% foi anunciado na última sexta (31). No sábado (1º), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que atualizará a tabela que define os preços dos fretes justamente em razão da variação no preço do combustível.

De acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno, não há chance de paralisação entre os associados da entidade.

A Associação Brasileira dos Caminheiros (Abcam) também afirma que não apoia uma eventual nova paralisação e acrescenta que não há indicativo de nova greve por parte dos caminhoneiros. Juntas, as associações reúnem 1,5 milhão de caminhoneiros.