Image

A Polícia Miliar conseguiu prender, na tarde desta segunda-feira (10), dez suspeitos de participação na explosão do Presídio de Segurança Máxima da Paraíba Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1 em Jacarapé. De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, são cinco mulheres e cinco homens. O grupo estava hospedado em um flat na avenida João Maurício, na orla de Manaíra.

Com os suspeitos, foram apreendidos um dos fuzis utilizados no ataque ao PB1, duas pistolas e um revólver, além de outras armas que teriam sido utilizadas na ação.

Segundo as primeiras informações obtidas pela polícia, a quadrilha é de Campina Grande.

Os detalhes da prisão serão apresentados às 17h, na Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Mangabeira), que vai atualizar o número de presos recapturados.