Image unnamed-121

A Secretaria de Saúde de Campina Grande iniciou a segunda etapa da campanha de vacinação contra o papilomavírus humano (HPV). O objetivo é aplicar a segunda dose da vacina nos meninos e meninas que tomaram a primeira dose em março deste ano. O procedimento é importante para garantir a completa imunização das crianças.

Em Campina Grande 30.846 meninos e meninas estão na faixa etária adequada para receber a vacina. Para atingir o maior número de crianças e adolescentes, a Secretaria de Saúde vai realizar ações das Unidades Básicas de Saúde e nas escolas municipais. Além da aplicação da segunda dose, as meninas de 9 a 14 anos de idade e os meninos de 11 a 14 anos que não se vacinaram, em março passado, também podem tomar a primeira dose.

O vírus HPV é sexualmente transmissível e infecta pele e mucosas da boca ou das áreas genital e anal, causando verrugas e o câncer. A vacina, que não tem contra indicação, protege de doenças como o câncer do colo do útero, câncer anal, do pênis, da vulva e orofaringe.

“É fundamental que os pais levem seus filhos para serem vacinados, a fim de que possamos completar o ciclo de imunização. Isso porque com apenas a primeira dose os meninos e meninas não estão completamente protegidos”, explica a coordenadora Municipal de Imunização.

Homens e mulheres com HIV e Aids, entre 9 e 26 anos, também podem ser imunizados. Imunodeprimidos, como transplantados e pacientes com câncer, também têm direito à imunização.