Image General-Mourão-3-900x5981-696x462

O general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), rebateu declaração do presidenciável Ciro Gomes (PDT) que o chamou de “jumento de carga”. Em viagem ao Paraná, Mourão disse que a “baixaria” do adversário só interessa a “pessoas desesperadas”.

“Ofensas, partindo de Ciro Gomes, não têm relevância para mim. Trata-se de alguém que, em um debate, não tem argumentos. Quando não há argumentos, a pessoa parte para a ofensa”, afirmou. “Não vou me envolver em disputas de retórica de baixo nível, pois não é isso que os eleitores desejam e tampouco a educação que eu recebi.”

O general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), rebateu declaração do presidenciável Ciro Gomes (PDT) que o chamou de “jumento de carga”. Em viagem ao Paraná, Mourão disse que a “baixaria” do adversário só interessa a “pessoas desesperadas”.

“Ofensas, partindo de Ciro Gomes, não têm relevância para mim. Trata-se de alguém que, em um debate, não tem argumentos. Quando não há argumentos, a pessoa parte para a ofensa”, afirmou. “Não vou me envolver em disputas de retórica de baixo nível, pois não é isso que os eleitores desejam e tampouco a educação que eu recebi.”

A declaração polêmica de Ciro foi dada numa sabatina, na manhã desta quarta-feira, do jornal O Globo. Ele criticava uma frase dita por Mourão na semana passada. Horas depois do atentado contra Bolsonaro em Juiz de Fora, o candidato a vice disse à revista Crusoé: “Se querem usar a violência, os profissionais da violência somos nós”.