Image ROMERO-E-BOLSONARO1-696x522

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), é mais um tucano a virar as costas para Geraldo Alckmin (PSDB) na Paraíba.

A dois dias da eleição, com o ex-governador de São Paulo estagnado nas pesquisas para presidente, Romero foi às redes sociais para declarar voto em Jair Bolsonaro (PSL) já no primeiro turno (leia abaixo a nota).

“Meses atrás, em encontro com o então pré-candidato Jair Bolsonaro, recebi dele e dos mais altos dirigentes do PSL o compromisso de que em seu governo nós teremos acesso livre ao Palácio do Planalto e a todos os Ministérios”, justificou. 

O tucano se comprometeu em trabalhar para o capitão da reserva no segundo turno. “Votarei 17 no primeiro turno e trabalharei para que no segundo turno Bolsonaro seja muito bem recebido na Paraíba e seus eventos de campanha em nosso estado sejam os maiores que a Paraíba já viu”. 

Há três semanas, em entrevista à Rádio Arapuan FM, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) criticou a campanha de Alckmin por atacar Bolsonaro. Na ocasião, disse que o candidato do PSL representa o sentimento de mudança que deseja o brasileiro.

Nesta semana, santinhos do presidente estadual do PSDB e candidato a deputado federal, Ruy Carneiro, circularam sem sugestão de voto para presidente.

Voto para presidente

Meus Amigos e minhas Amigas,

Desde o início desta campanha tenho sido perguntado, em todos os locais aonde vou e também em minhas redes sociais, sobre meu voto para Presidente.

Apesar de ter em meu partido a candidatura de Geraldo Alckmin, um dos mais competentes e bem sucedidos administradores públicos do Brasil, mantive o respeito aos outros partidos da coligação Força da Esperança e não atuei no sentido de promover qualquer candidatura até agora, mas entendi desde o início ser necessário posicionar-me a partir do momento em que pudéssemos todos concordar sobre qual seria a candidatura, dentro do nosso arco de alianças, mais comprometida com Campina Grande e com a Paraíba.

Isso tem a ver, sobretudo, com a defesa que sempre fiz, independente de cor partidária ou grupo político, da nossa Campina Grande e da nossa Paraíba, que já sofreram tantas perdas com a perseguição de governos que não souberam separar os momentos eleitorais dos administrativos e penalizaram nossa gente a partir de seus interesse políticos particulares.

Meses atrás, em encontro com o então pré-candidato Jair Bolsonaro, recebi dele e dos mais altos dirigentes do PSL o compromisso de que em seu governo nós teremos acesso livre ao Palácio do Planalto e a todos os Ministérios para levar as demandas de Campina Grande e da Paraíba, reconhecendo Bolsonaro o trabalho que temos feito à frente da Prefeitura de Campina Grande e a nossa capacidade administrativa, que poderá servir de base, inclusive, para ações e projetos em âmbito nacional.

A partir da atual conjuntura, por respeito às pessoas e pelo compromisso fundamental de não me abster do processo político nacional, considerando imprescindível a participação de toda a população nestas eleições e a responsabilidade de todos os atores políticos neste momento, venho declarar publicamente o meu apoio, ainda no primeiro turno, ao candidato Jair Bolsonaro, pelos compromissos assumidos com Campina Grande e com a Paraíba.

Votarei 17 no primeiro turno e trabalharei para que no segundo turno Bolsonaro seja muito bem recebido na Paraíba e seus eventos de campanha em nosso estado sejam os maiores que a Paraíba já viu, com a Força da Esperança e a expectativa de um Brasil melhor para todos.

Campina Grande, Paraíba e Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.