Image mourão-696x620

Bolsonaro havia anunciado que não daria apoio a Doria e que se manteria neutro na disputa em São Paulo

O general Hamilton Mourão (PRTB), vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência, selou apoio, nesta quarta-feira, ao candidato ao governo de São Paulo, João Doria (PSDB). Os dois se encontraram pela primeira vez em um hotel na Zona Sul paulistana. Eles conversaram sobre política, tiraram fotos e gravaram vídeos, que serão utilizados na campanha do tucano.

A decisão de Mourão de apoiar Doria foi comunicada ao presidente do PSL, Gustavo Bebianno, que reagiu com surpresa e disse não saber da reunião. Bolsonaro já havia anunciado que não daria apoio a Doria e que se manteria neutro na disputa em São Paulo.

O PRTB teria deixado claro a Doria que o apoio a ele seria apenas do partido e de Mourão e não da chapa de Bolsonaro. “A gente respeita a opinião do PSL, mas temos a nossa autonomia para tomar as nossas decisões no Estado de São Paulo”, disse um interlocutor do PRTB.

O encontro

O encontro foi acompanhado pelo presidente do PRTB, Levy Fidelyx, e foi considerado uma extensão do apoio manifestado pelo partido à candidatura de Doria.

O material feito na reunião será utilizado nas redes sociais dos dois partidos, a partir desta quinta-feira. Caso seja recebido bem pelos eleitores, será usado também no programa eleitoral de Doria.

Na reunião, Mourão e Doria também conversaram sobre as suas afinidades políticas.

No último dia 12, Doria tentou, sem sucesso, se encontrar com Bolsonaro, no Rio de Janeiro. O presidenciável teria informado a Doria que estava indisposto, apesar de ter recebido várias visitas de apoiadores durante o dia, em sua casa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.

Com O DIA