Image

Urnas fechadas, resultados consolidados. Resta-nos parabenizar aos vencedores, respeitar os números da nossa democracia representativa e seguir em frente, com a convicção de que demos o melhor de nós num pleito atípico e desafiante.

Tenho por princípio respeitar a soberania popular e acreditar, principalmente, que de tudo devemos tirar lições proveitosas.

Temos uma tendência humana a deturpar um trecho da excepcional Oração do Pai Nosso nos ensinada por Jesus. Geralmente, desejamos que a vontade de Deus coincida com a nossa, nunca que simplesmente se faça a vontade Dele. Não é diferente nas batalhas eleitorais. Mas os desígnios do Senhor, creio, sempre se constituem o melhor para nossas vidas.

Agradeço, de coração, à minha amada Micheline, que aceitou o desafio de disputar um cargo eletivo pela primeira vez com a mesma garra, determinação e amor que dedica a tudo que represente benefício para os que mais precisam. Foi exemplar e guerreira.

Minha gratidão também a todos que nos acompanharam nessa luta. Foi importante o suporte e a dedicação de cada um; foi fundamental para conhecermos melhor aqueles com quem realmente podemos contar, em todos os momentos. Somos grandes nas vitórias e podemos ser maiores nas aparentes derrotas.

Acredito que, dentro do limite de nossas forças, fizemos o dever de casa. A vitória ao nosso candidato a Governador, Lucélio Cartaxo, nas urnas de Campina Grande, contando com a permanente solidariedade do povo de minha cidade, que acolheu com fervor nossa mensagem. E há mais.

Nossos dois candidatos ao Senado (Daniella Ribeiro e Cássio Cunha Lima) foram extremamente bem votados em Campina Grande; os partidos de oposição concentraram mais de 60% da votação no município; a cidade mostrou-se solidária também na recondução dos deputados federais de nossa base (Pedro Cunha Lima e Aguinaldo Ribeiro) e nos brindou com o retorno à Assembleia Legislativa de dois valorosos representantes locais (Manoel Ludgério e Tovar Correia Lima) e na eleição de Moacir Rodrigues, meu irmão, sobre quem deposito a confiança de que será, com Manoel e Tovar, uma permanente voz em defesa de Campina Grande naquela Casa.

A vida segue. Temos novos e grandes desafios pela frente, dentre os quais o de encerrar nosso mandato na Prefeitura de Campina Grande, nos pouco mais de dois anos que resta dele, com um importante legado de obras e ações, nos superando a cada dia.

Que Deus nos abençoe a todos, alimentando em cada um de nós – vitoriosos e vencidos – uma única vaidade: servir ao povo com ética, respeito e espírito público.