Image 2859_eter2-740x414-jpg1-696x389

A Escola Técnica Redentorista (ETER), uma das mais tradicionais instituições de ensino técnico de Campina Grande, Agreste da Paraíba, anunciou nesta quarta-feira (7) o encerramento das atividades. Ela foi fundada em 1975 e funcionava no bairro campinense de Bodocongó.

A ETER se tornou referência em educação e, nos últimos 43 anos, possibilitou a formação profissional de mais de oito mil jovens, fazendo com que todos eles adentrassem com qualificação ao mercado de trabalho.

Em nota nas redes sociais, a Escola Técnica Redentorista informou que, na condição de instituição sem fins lucrativos, sempre dependeu de convênios firmados, sobretudo, com o Governo Federal e o Governo da Paraíba. Porém, a crise econômica vivida no país diminuiu as contribuições recebidas recentemente, que não foram suficientes para seu equilíbrio financeiro.

O comunicado ainda esclarece que todos os professores e funcionários que faziam parte da ETER terão seus direitos assegurados e verbas quitada ao término dos respectivos contratos.Image nota-eter-11

Image nota-eter-21