O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, recepcionará o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em sua primeira visita oficial à cidade.

A agenda de Mandetta será centralizada basicamente numa visita ao Instituto de Saúde Elpídio de Almeida -, unidade referência para mais de 170 municípios da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte.

PUBLICIDADE

Sul-matogrossense da capital Campo Grande, Mandetta é médico formado pela Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro (RJ). Em seguida, no começo dos anos 1990, fez residência no serviço de Ortopedia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) – o serviço era chefiado pelo pai dele, o também ortopedista Hélio Mandetta, que foi vice-prefeito de Campo Grande, nos anos 1960.

Poucos anos depois, fez uma especialização em ortopedia infantil em Atlanta (EUA). Ainda nos anos 1990, trabalhou durante um ano como médico do Exército, no posto de tenente – o período correspondia ao serviço militar obrigatório da época.

O MINISTRO

Luiz Henrique Mandetta entrou para a política em 2005, assumindo a Secretaria de Saúde da cidade de Campo Grande, no governo de Nelson Trad Filho (MDB), conhecido como Nelsinho Trad. Antes, de 2001 a 2004, foi presidente da Unimed de Campo Grande. Em 2010, candidatou-se para seu primeiro cargo público, o de deputado federal.

PUBLICIDADE

Foi eleito com 78,7 mil votos. Já no primeiro ano de mandato, foi escolhido por seus pares como presidente da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), uma das mais importantes da Câmara.

Em 2014, Mandetta reelegeu-se deputado federal com 57,3 mil votos e esse ano indicado Ministro pelo presidente Jair Messias Bolsonaro.
Ele comanda a pasta com um dos maiores orçamentos da Esplanada. O Orçamento de 2019 reserva cerca de R$ 128 bilhões para a Saúde.

Da redação