O Relatório final da Operação Xeque-Mate traz um dado surpreendente. O ex-prefeito Leto Viana, preso há um ano, confessou todas as acusações que lhe são imputadas pela investigação.

Em depoimento, no dia 9 deste mês, na Polícia Federal, Leto admitiu a compra do mandato de Luceninha, a negociação com vereadores e pagamentos ao empresário Roberto Santiago, que teria sido o financiador da operação levou Viana, então vice, ao comando da Prefeitura de Cabedelo.

Segundo Leto, o radialista Fabiano Gomes juntamente com Lucas Santino e Olivio, deram um golpe em Luceninha e nos envolvidos. Prometeram pagar as dividas de Luceninha e ficaram com o dinheiro da negociação.

VEJA O DEPOIMENTO COMPLETO

Da redação com Primeiras Noticias