Pessoas tiveram resultado laboratorial positivo para a doença depois de participarem de um evento religioso em Ibimirim, no Sertão, na Semana Santa. Sete estão internadas no Recife.

A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) está investigando um surto de doença de Chagas no município de Ibimirim, no Sertão de Pernambuco. Até as 7h30 desta sexta-feira (31), 18 pessoas tiveram resultado laboratorial positivo para a doença e sete estão internadas no Hospital Oswaldo Cruz, no Centro do Recife, com quadro estável.

De acordo com a SES, as pessoas contaminadas participaram de um evento religioso em Ibimirim durante a Semana Santa, mas não há evidências para definição da forma de transmissão da doença. A primeira notificação foi feita no dia 20 de maio.

Os outros 11 pacientes estão sendo medicados e passam bem, segundo a SES. A Secretaria informou que faz uma busca ativa de casos suspeitos. Na investigação, se enquadram pessoas que participaram do evento religioso em Ibimirim e que apresentem febre contínua, intermitente e prolongada por cerca de uma semana.

O sintoma pode ou não vir acompanhado de edema de face ou de membros, manchas vermelhas na pele, inflamação no baço, náusea, icterícia, perda ou diminuição de força física, dor nas articulações ou edema inflamatório nas pálpebras e na pele.

A enfermidade é causada pelo protozoário Tripanossoma cruzi e transmitida pelo barbeiro. Também é possível contrair a doença por meio de alimentos contaminados pelo protozoário.