Jovem não queria participar do tráfico de drogas na comunidade e, por isso, teria sido executado, diz polícia.

Um jovem de 26 anos foi assassinado na frente de casa, na noite desta quinta-feira (30), quando conversava com amigos, na comunidade Taipa, no bairro Costa e Silva, em João Pessoa. Três homens em um carro teriam parado na frente da residência e atirado várias vezes contra a vítima.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de execução relacionada ao fato do jovem não ter aceitado participar dos crimes que acontece na comunidade.

De acordo com a Polícia Militar, o jovem teria recebido vários convites e intimações dos chefes do tráfico de drogas, mas não aceitou. Até a manhã desta sexta-feira (31), nenhum suspeito havia sido preso