Os alvos são investigados pela prática de crimes como homicídios, roubos, furtos, tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores, comércio ilegal de armas de fogo, na região de Cajazeiras.

A Polícia Civil da Paraíba deflagrou, nas primeiras horas desta sexta-feira (10) a Operação “Ponto  50”, para dar cumprimento a 52 mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara da Comarca de Cajazeiras. Até as 7h30 desta manhã, 48 suspeitos foram presos.  

A  Delegacia Seccional de Cajazeiras está à frente da operação e os alvos são investigados pela prática de crimes como homicídios, roubos, furtos, tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores, comércio ilegal de armas de fogo, delitos praticados tanto em Cajazeiras, quanto na região circunvizinha. 

O Grupo Tático Especial – GTE- foi o responsável pela investigação policial que culminou com a deflagração da operação. Os trabalhos investigativos perduraram por cerca de seis meses.

“São 16 associações criminosas que disputavam o tráfico de entorpecentes na região de Cajazeiras”, disse ao Portal ClickPB o delegado Gauber Fontes, seccional de Cajazeiras. 

As investigações apontaram que esses suspeitos são responsáveis pelos últimos 15 homicídios ocorridos na cidade de Cajazeiras, tendo como principal motivo a disputa por territórios para venda de entorpecentes.

A operação da Polícia Civil, que conta com a participação de 96 policiais, está ocorrendo nas cidades de Cajazeiras, São José de Piranhas, Bonito Santa Fé, Sousa, Patos, Campina Grande e Juazeiro do Norte (CE).

O nome da operação é uma referência à arma de fogo, calibre .50, armamento de alta potência, fato que guarda semelhança com os efeitos da ação policial que tem a missão de efetuar a prisão de mais de 50 pessoas, em vários municípios.

Às 9h30, haverá uma entrevista coletiva à imprensa na sede da 20ª Delegacia Seccional, em Cajazeiras.

Da redação com Clik PB

(Foto: Walla Santos)