O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), durante uma plenária do Orçamento Democrático, detonou o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarando que é um governo racista, homofóbico e que é contra a educação. Ele ainda declarou que o Brasil vive hoje um momento pior do que se viveu na ditadura de 1964

– O nosso país vive a sua pior catarse, o seu pior momento. Nem na ditadura, que nós sabíamos onde estava o adversário, foi tão difícil o momento que o Brasil está passando. Sob um governo racista, homofóbico, repressor, sob um governo que é contra a educação, porque sabe que é a educação que liberta o povo – disse.

Ricardo ainda criticou a oposição na Paraíba que, segundo ele, é formada por “energúmenos”.

– Eles só sabem destruir e acham que ser de direita é ser violento – pontuou.