A polícia ainda investiga a causa das mortes; madrugada de sábado foi a mais fria do ano na capital paulista

Três moradores de rua foram encontrados mortos em São Paulo entre sexta-feira e a manhã deste sábado, em meio a uma onda de frio que atinge a capital paulista. A polícia investiga as mortes, supostamente em razão das baixas temperaturas. São Paulo teve amadrugada mais fria do ano neste sábado , segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), quando os termômetros marcaram 7,4°C.

Gabriel Leguthe Laffot, de 22 anos, foi encontrado morto às 9h15 na Avenida Auro Soares de Moura Andrade, na Barra Funda, Zona Oeste. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um agente de segurança do Metrô disse ter sido informado por uma passageira da presença de um homem aparentemente desacordado sobre a escada de acesso ao terminal de ônibus.

Quando a polícia chegou, Gabriel já não tinha mais sinais de vida. O caso foi registrado pela 6º Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom), que requisitou ao Instituto Médico Legal (IML) exames necroscópico, toxicológico e de embriaguez para a vítima, juntamente com uma perícia ao local.

O Metrô lamentou a morte e “o fato de pessoas em situação de rua precisarem buscar abrigo em um terminal de ônibus”. “O frio e a chuva que atingiram a cidade de São Paulo nestes últimos dias foram especialmente severos para a população em situação de rua”, informou a companhia.

O segundo caso diz respeito a um homem ainda não identificado, encontrado morto no período da tarde na Rua Doutor Pacheco e Silva, no Pari, região central de São Paulo. A SSP informa que o homem não possuía documento de identificação e seu corpo não apresentava sinais de violência. Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, ele não frequentava o bairro.

O local foi isolado para perícia e o corpo deve passar por exames no IML. O caso foi registrado como morte suspeita no 12º DP de Pari.

Na manhã deste sábado, mais uma morte foi constata pela Polícia Militar, desta vez na Rua Professor Leonídio Alegrete, em Itaquera, Zona Leste. A Polícia Militar recebeu o chamado por volta das 6h50 e, quando chegou ao local, o homem já estava morto. A vítima não foi identificada. O caso está registrado no 103º DP.

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) informou em nota que realizou 162 acolhimentos junto à população em situação de rua nas últimas noites, mas 24 pessoas se recusaram a ir.

Neste domingo, o frio deve continuar em São Paulo, segundo a meteorologia. A mínima deve ser de 5 graus, enquanto a máxima não vai passar de 12 graus.

Com o Globo