Questionado sobre a expulsão do deputado federal Alexandre Frota (SP) do PSL nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro disse: “nem sei quem que é. Que Alexandre Frota?”. Bolsonaro falou com a imprensa na manhã desta quinta-feira (15), em frente ao Palácio da Alvorada, antes de cumprir a agenda presidencial. 

Frota foi expulso do partido na última terça-feira (13), acusado de infidelidade partidária. Desde o início do mandado de Bolsonaro, o deputado critica o governo e aliados do presidente. A pressão aumentou quando o parlamentar se absteve de votar no segundo turno da reforma da Previdência na Câmara, na última semana. 
Os pedidos de expulsão foram feitos pela deputada Carla Zambelli e pelo senador Major Olímpio, ambos de São Paulo. Estiveram na reunião o major, os deputados Felipe Francischini (PR), Delegado Walder (GO) e outros. 

Na semana passada, o parlamentar já havia perdido cargos na legenda. Ao Correio, a assessoria do deputado havia informado à época que Frota já tinha recebido convites de “vários partidos” para trocar de legenda. Um deles, inclusive, o do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o DEM.
A assessoria havia garantido que Frota não tinha intenção de deixar o PSL. Mas, no mesmo dia em que foi expulso, o deputado informou que só daria entrevistas a partir da próxima semana. 

Com Agências nacionais