Ao receber apoiadores na manhã deste domingo (11), o presidente Jair Bolsonaro explicou por que tem aversão a alguns repórteres que o abordam. “Não tem urubu aí? Urubu que eu chamo é repórter”, frisou.

No ensejo, ele pegou o microfone mandou um recado para a Globo: “Queria que a Globo colocasse no ar uma canção do Nordeste. Chama-se ‘Chuva de honestidade’. A Globo e as demais emissores de televisão.

É uma canção mais velha do que eu. É o que o Nordeste sempre precisou”. Na oportunidade, ele tirou fotografias com cinegrafistas e enviou uma mensagem aos pais do Brasil.

ASSISTA O VÍDEO

A música solicitada pelo presidente Jair Bolsonaro, faz muito sucesso na voz do cantor nordestino Flávio Leandro e era a canção preferida do ex-deputado Osvaldo Coelho que nasceu em Juazeiro no dia 24 de agosto de 1931 e morreu em Recife em 1 de novembro de 2015. Oswaldo foi um dos que lutaram por uma vida melhor para o povo nordestino.

Um dia você pensou em um canal de TV para assistir em todas as plataformas de comunicação. Prepare-se. Esse canal está chegando.

Um dos trechos da música diz: “Israel é mais seco que o Nordeste/ No entanto se veste de fartura/ Dando força total à agricultura/ Faz brotar folha verde no deserto/ Dá pra ver que o desmando aqui é certo/ Sobra voto, mas falta competência pra tirar das cacimbas da ciência água doce que serve a plantação”.

ASSISTA O VÍDEO COM FLÁVIO LEANDRO

Da redação com youtube