Agora a pouco, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) analisou o pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e decidiu por deferir o caso. O presidente Dias Toffoli escolheu o ministro Edson Fachin para ser o relator.

Em seu voto, ele optou por suspender transferência de Lula para presídio em SP. Nos demais votos, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Luiz Roberto Barroso concordaram com Fachin.

Matéria em andamento